Notícia

EDUCAÇÃO

Secretaria de Estado da Educação de Alagoas
Quinta, 30 Julho 2020 13:39
DIÁLOGO

Seduc promove reunião virtual com gremistas da rede estadual

Na ocasião, secretária Laura Souza esclareceu dúvidas, falou do olhar diferenciado com as turmas concluintes do ensino médio e destacou que as aulas presenciais só voltarão com segurança

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Secretária Laura ouviu dúvidas e demandas de gremistas Secretária Laura ouviu dúvidas e demandas de gremistas Reprodução
Texto de Ana Paula Lins

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) promoveu nesta quarta-feira (29) um bate-papo com gremistas da rede estadual de ensino. Na ocasião, a secretária de Estado da Educação, Laura Souza, ouviu os estudantes, esclareceu suas dúvidas e expôs ações empreendidas para a pasta para a realização das atividades remotas, bem como a preocupação do Governo de Alagoas em tomar todas as medidas de segurança necessárias para o retorno às atividades presenciais quando estas forem possíveis.

Participaram do evento gremistas de diversas Gerências Regionais de Educação (Geres), dentre  eles Valdemir Silva, da Escola Estadual de Monteirópolis; Júlia Maria, da Escola Estadual Humberto Mendes, de Palmeira dos Índios; Welton Alves, da Escola Estadual Deputado Gilvan Barros, de Girau do Ponciano, Emanuel Levi, da Escola Estadual Ana Lins, de São Miguel dos Campos; Clarissa Atanazio, da Escola Estadual Comendador José da Silva Peixoto, de Penedo, Cledson José, da Escola Estadual Nossa Senhora da Conceição, de Craíbas e Alan Medeiros, supervisor de Integração Escola e Comunidade da Seduc.

Cuidados - Na ocasião, a secretária Laura Souza destacou a importância do momento, frisando que a Seduc tem dialogado com diversos segmentos da comunidade escolar, autoridades sanitárias e sociedade como um todo para buscar uma forma de se construir uma estratégia de volta às aulas que não coloque estudantes e servidores em risco.

“Ainda não há data certa para a volta às aulas presenciais, mas estamos trabalhando para que, quando retorno acontecer, seja de forma segura. Já elaboramos um protocolo sanitário em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde, estamos fazendo o levantamento da infraestrutura de nossas escolas para ver quais demandam intervenções, fizemos estudos sobre como será a distribuição dos alunos em sala, de forma a respeitar o distanciamento em sala, ouvimos pais, estudantes e servidores. Buscamos ter uma relação transparente e próxima com todos, de forma a construirmos alternativas para melhoria da educação de Alagoas”, informou Laura.

Secretária Laura Souza durante live 2 foto reproducao

A secretária falou ainda que as atividades do Regime Especial de Atividades Escolares Não-Presenciais (REAENP), o qual regulamentou as aulas remotas na rede estadual, têm tido uma atenção especial com as turmas da 3ª série do ensino médio e que farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em janeiro. “Criamos o Projeto Foca no Enem, por meio do qual as escolas têm trabalhado para preparar os nossos estudantes para as provas. Fazer faculdade foi uma experiência que mudou a minha vida e que almejo para todos os alunos da rede estadual”, frisou Laura.

Ao final do encontro, Laura prometeu que ocorrerão outros momentos de bate-papo com os estudantes, abordando outras temáticas.

Ações - Os gremistas que participaram do evento aprovaram a iniciativa.

“Foi uma experiência muito bacana. Tiramos dúvidas, preocupações foram aliviadas e pudemos dar ideias. Importante ter essa conexão entre o estudante e a Seduc”, destacou Emanuel Levi, aluno da Escola Estadual Ana Lins, de São Miguel dos Campos. “Agradecemos à secretária Laura por este momento, pois as minhas dúvidas são as de muitos colegas e tivemos a chance de esclarecê-las”, complementou Cledson José, da Escola Estadual Nossa Senhora da Conceição, de Craíbas.

Os gremistas também aproveitaram a ocasião para falar de algumas ações que tem desempenhado neste período de quarentena. É o caso de Clarissa Atanazio e Júlia Maria, cujas escolas têm buscado expandir seu alcance junto à comunidade escolar a partir dos meios de comunicação. “Nossa escola fez uma parceria com a Rádio Penedo e, duas vezes por semana, direção, professores e grêmio levam informes aos estudantes sem acesso à internet”, contou Clarissa. “Já tínhamos o nosso jornal e estamos usando nossas redes sociais e canais do Youtube para discutir temas relevantes”, diz Júlia.