Notícia

EDUCAÇÃO

Secretaria de Estado da Educação de Alagoas
Sexta, 19 Outubro 2018 12:53
SEMANA DO PROFESSOR

Professora de Santana do Ipanema busca conhecer realidade de seus alunos para melhorar a aprendizagem

Marta Lemos, da Escola Estadual Mileno Ferreira, visita estudantes e suas famílias com o projeto Ô de Casa

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
O projeto, a princípio, contempla 40 alunos de uma turma de 1ª série do ensino médio. O projeto, a princípio, contempla 40 alunos de uma turma de 1ª série do ensino médio. Valdir Rocha
Texto de Texto: Ana Paula Lins

Ela pega uma pasta com questionários. Caminha devagar e encara o calor escaldante de Santana do Ipanema. Quando chega ao seu destino, dá bom dia à dona ou ao dono de casa e inicia uma série de perguntas. Ao final, despede-se com um sorriso. O que soa a rotina de um técnico de um instituto de pesquisas é algo que passou a fazer parte do cotidiano da professora de Sociologia Marta Lemos, da Escola Estadual Mileno Ferreira. Por meio do projeto “Ô de Casa”, ela visita os seus alunos e seus familiares para entender melhor a sua realidade e, a partir daí, encontrar meios de melhorar a sua aprendizagem.

A ideia nasceu quando Marta, pedagoga formada pela Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), percebeu que alguns alunos não traziam livros de casa, não faziam atividades em sala de aula nem tinham hábitos de leitura. Ela então resolveu entender o que motivava esses hábitos por meio de visitas aos alunos e seus familiares. Daí, com o apoio da direção da escola, surgiu o projeto Ô de Casa.

O projeto, conta Marta, buscou inspiração em uma ação já existente no município de Taboã da Serra (SP), o projeto Interação Família – Escola, que busca fortalecer a aproximação entre a família e a escola.

“Nas nossas visitas, conversamos com os pais e perguntamos um pouco de tudo: como é o comportamento do aluno em casa, se ele lê, que transporte ele usa para chegar na escola, se ele tem internet em casa e por qual motivo escolheu nossa escola. Ao final da entrevista, percebo que os pais ficam muito felizes e passam a acompanhar mais a vida escolar do filho. O próprio aluno também se sente mais próximo de nós, passa a ter um outro olhar, presta mais atenção. A ideia é que, a partir dos resultados encontrados, possamos encontrar meio em nossa metodologia para melhorar a aprendizagem”, explica Marta.

Conhecendo a realidade – O projeto, a princípio, contempla 40 alunos de uma turma de 1ª série do ensino médio. Erilânia Ventura, diretora-geral da Escola Mileno Ferreira, conta que o projeto tem total apoio da direção e demais professores. “Temos alunos com realidades diferentes e mais de 50% deles vem da zona rural e de escolas menores que a nossa no que se refere ao tamanho. A partir das visitas da professora Marta, os pais fortalecem o seu compromisso com a vida escolar do filho”, destaca a gestora.

O diretor adjunto Francisco Carvalho complementa: “é uma iniciativa que faz a diferença, pois as visitas nos ajudam a conhecer a realidade de nossos alunos e suas famílias. Além disso, faz os estudantes da zona rural se sentirem mais prestigiados”.

Os estudantes Alisson Santos e João Everton, ambos já visitados por Marta, aprovam a iniciativa. “Meu pai ficou muito feliz com a visita e agora pede para eu ler mais”, revela Alisson. “É muito bom termos uma professora nos visitando e conhecendo nossas famílias”, fala João.

Damiana Silva Nunes também visitada por Marta, elogia ação. “Fiquei surpresa e também feliz com a vinda da professora em nossa casa. É muito bom ver preocupação da escola com a aprendizagem de nossos filhos”, diz Damiana, mãe do estudante Luiz Davi.