Notícia

EDUCAÇÃO

Secretaria de Estado da Educação de Alagoas
Quinta, 19 Abril 2018 16:53
MOBILIZAÇÃO

Alunos da rede estadual se preparam para Olimpíada Brasileira de Astronomia

No Cepa, estudantes da Escola Estadual Maria José Loureiro participaram de aula prática de como montar um foguete

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Alunos da Escola Maria José Loureiro aprenderam como fazer foguetes de garrafas pet Alunos da Escola Maria José Loureiro aprenderam como fazer foguetes de garrafas pet (Foto: José Demétrio)
Texto de Manuella Nobre

O Observatório Astronômico Genival Leite Lima (OAGLL), do Centro de Ciências e Tecnologia da Educação (Cecite), continua firme na mobilização e preparação dos estudantes da rede pública estadual para a 21ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) e 12ª Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), ambas com provas no próximo mês de maio.

Passando de escola em escola, na manhã desta quarta-feira (18) a equipe visitou os estudantes do 9º ano fundamental da Escola Estadual Maria José Loureiro, no Cepa, onde proporcionou uma a aula de como se montar um foguete. O lançamento de foguetes é a prova prática exigida pela MOBFOG.

jose demetrio 20180418 1492264330

Durante a apresentação, o professor Adriano Aubert, coordenador do OAGLL, reforçou o convite para participação na Olimpíada e explicou, passo a passo, cada etapa.

“A OBA é uma grande oportunidade para conhecer ou aprofundar os conhecimentos sobre a astronomia, astronáutica, o universo e como isto tudo interage com o nosso dia a dia, na natureza e nas tecnologias. Muitas coisas utilizadas em nosso cotidiano surgiram a partir de estudos e experiências voltadas ao espaço”, destacou Adriano.

O professor também chamou atenção para os cuidados necessários aos que experimentarão o desenvolvimento de foguetes. “Experiências como esta exigem cuidados. Devem ser realizadas apenas com a presença do professor, em local aberto e amplo, sem pessoas ou carros passando”, destacou.

jose demetrio 20180418 1377144148

Planetário

Lourinaldo da Silva, professor responsável pela Olimpíada na escola, informou que os estudantes terão outro momento prático no próximo dia 8, quando a equipe do Observatório levará o planetário para os alunos observarem o espaço.

“Esperamos uma maior participação dos nossos alunos na OBA em relação ao ano passado, onde tivemos 30 participantes. Distribuímos fichas para que eles e seus pais ou responsáveis assinem e firmem compromisso em não faltar à prova”, ressalta Lourinaldo.

Aprovação

Curiosos, os estudantes ouviram as explicações e acompanharam o primeiro lançamento do foguete. Eles aprovaram a experiência. “A aula foi muito boa. Eu já tinha participado da OBA e vou fazer novamente”, garante João Paulo Melo dos Santos.

“O que eu mais gostei foi da pressão do foguete. Não sabia que usava água para isto”, confidencia Tayná Melo

“Para mim, a melhor parte foi o lançamento. Vou participar da prova”, revela contente Dayane Duarte de Araújo.

Critérios

Podem participar da OBA os alunos de 1º ao 3º ano do ensino fundamental, no nível 1; estudantes de 4º ao 5º ano do ensino fundamental, nível 2; turmas do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, no 3 e para o ensino médio, nível 4.

As provas acontecem no dia 18 de maio em todo o país, data limite também para lançamentos de foguetes da 12ª MOBFOG.