Notícia

EDUCAÇÃO

Secretaria de Estado da Educação de Alagoas
Terça, 05 Dezembro 2017 23:51
EXPOSIÇÃO

Estudantes da rede estadual promovem vernissage literária em Paripueira

Alunos da Escola Estadual Julieta Ramos Pereira produziram diversas peças artísticas para ilustrar suas percepções de obras literárias

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Estudantes da rede estadual durante evento literário em Paripueira Estudantes da rede estadual durante evento literário em Paripueira Valdir Rocha
Texto de Texto de Ana Paula Lins

Alunos da Escola Estadual Julieta Ramos Pereira, em Paripueira, participaram de um projeto literário diferente no início desta semana. Além de ler, fazer resumos e fichar as obras, cada estudante produziu boxes e novas capas para os livros, além de peças que, de alguma forma, remetiam às obras literárias. Também foram produzidos puffs sustentáveis feitos com pneus usados e cadeiras quebradas.

A ideia surgiu com a professora de língua portuguesa Agnolia Teixeira, que também é designer. “Quisemos fazer uma semana de leitura diferente e, por isso, cada um escolheu uma obra de sua preferência e, por dois meses, trabalharam nelas. Eles fizeram resumos literários, ficha técnica, falaram dos personagens e apresentaram seus pontos de vista sobre o enredo”, conta a educadora.

As obras abordadas vão desde clássicos da literatura brasileira e estrangeira como também best sellers que fazem sucesso entre o público juvenil. Janny Helen dos Santos e Luciana dos Santos, alunas da 2ª série do ensino médio, escolheram “O Pequeno Príncipe”, clássico do escritor francês Antoine de Saint – Exupéry. Para ilustrar o trabalho, fizeram réplicas da rosa e do planeta natal do Príncipe.

“Gosto demais deste livro, já o li quatro vezes”, disse Janny. Sua colega Luciana apoia a iniciativa. “Este projeto fez com que muitos alunos passassem a se interessar mais pela leitura”, afirma.

Já Laís Andrade, Larissa Medeiros e Daniel Nascimento optaram pela literatura pop e contemporânea de obras como “As Aventuras de Tintim”, série de quadrinhos criada pelo belga Hergé; “Cidades de Papel”, de John Green e “Diário de um Banana”, de Jeff Kinney.

Eles também apontaram os resultados positivos do projeto. “Passei a me desenvolver mais e descobri habilidades que desconhecia”, conta Laís, que construiu uma réplica do Licorne, navio que dá título à história protagonizada pelo herói Tintim. “O projeto nos incentivou a sair do convencional”, observa Daniel. Para Larissa, “foi um estímulo à criatividade”.


Quem também impressionou pela criatividade foi Samara Alana, aluna da 3ª série do ensino médio, que construiu uma miniatura da nave Millenium Falcon, um dos ícones da saga Guerra nas Estrelas, de George Lucas. “Sou apaixonada não só pelos filmes, mas também por toda a literatura relacionada ao universo de Guerra nas Estrelas”, revela Samara, que levou 15 dias para concluir a réplica da nave.


Fora da rotina


O diretor da Escola Julieta Ramos Pereira, Edvaldo Brandão e a gerente da 1ª Gerência Regional de Educação (Gere), Edna Lopes, destacaram a importância de se incentivar a criatividade dos estudantes como uma forma de estimular o aprendizado. “Essas ações que tiram o aluno da rotina os tornam mais participativos e revelam talentos”, pontua Edna. “Procuramos realizar projetos que motivem e isso tem sido possível graças ao apoio da Secretaria de Educação”, diz Edvaldo.