Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Comunicação Sala de Imprensa Notícias 2017 Julho Emoção e homenagens marcam a festa de 85 anos da Escola Princesa Isabel
10/07/2017 - 10h07m

Emoção e homenagens marcam a festa de 85 anos da Escola Princesa Isabel

Uma das mais tradicionais unidades da rede estadual, instituição homenageou alunos, gestores e servidores

Emoção e homenagens marcam a festa de 85 anos da Escola Princesa Isabel
Texto de Ana Paula Lins

Uma noite de emoção e homenagens marcou a comemoração dos 85 anos da Escola Estadual Princesa Isabel, no Cepa nesta sexta-feira (7) em solenidade na quadra da escola. Na ocasião, ex-alunos, gestores e servidores foram homenageados. 

Criada em 1932 para ser uma escola exclusivamente feminina, a instituição funcionou até o final da década de 50 na Rua Melo Morais, no Centro, quando então se mudou para o recém-construído Cepa, no Farol, onde permanece até hoje. Atualmente, a unidade é uma das 35 escolas de ensino integral da rede estadual. “Aproveitamos a ocasião para homenagear representantes de diversas áreas: alunos, professores, gestores, funcionários”, conta Valquíria Balbino, uma das diretoras da instituição. 

Nestes 85 anos de história, a escola formou diversos alagoanos. Um deles é o apresentador de TV Gernan Lopes, que fez questão de parabenizar a instituição, “Digo com muito orgulho que estudei nesta escola e desejo que ela permaneça levando educação para muitos alunos”, declara o comunicador. 

A coronel Valdenize Ferreira, coordenadora do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) da Polícia Militar e superintendente da Perícia Médica e Saúde Ocupacional, diz que a escola marcou sua vida. “O Princesa Isabel me fez dar grandes passos e quando estudei aqui, vislumbrei meu futuro e hoje vivo aquilo que sonhei”, afirma a ex-aluna. 

Contribuição - Outra homenageada da noite foi a professora Madalena Oliveira, ex-diretora da escola e presidente da Confraria Princesa Isabel, que reúne professores e professoras aposentados/as que lecionaram na instituição. “Trabalhei 32 anos nesta escola como professora, secretária e gestora e ela arrebata os corações de todos que passaram por aqui, seja como servidor ou aluno. Organizei a festa dos 50 anos e voltar na celebração dos 85 anos é uma alegria imensa”, relata a educadora. 

Mauriceia Lima, gerente da 13ª Gerência Regional de Educação (Gere), também destaca a importância da unidade de ensino na formação de jovens. “São 85 anos produzindo conhecimento para a nossa juventude e isso é motivo de muita alegria. Sinto-me feliz por estar aqui, até porque também fui aluna do Cepa, na Escola José Correia da Silva Titara”, fala a gerente. 

Gincana – As festividades terão continuidade no próximo dia 15, quando será realizada uma gincana com os alunos que estudam atualmente na unidade de ensino. “Esta ação está sendo organizada pelo nosso grêmio com o apoio da gestão e terá um cunho pedagógico. Uma das atividades, por exemplo, será trazer um ex-aluno”, adianta Valquíria Balbino.

Ações do documento