Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Comunicação Sala de Imprensa Notícias 2017 Julho Cooperativa Pindorama oferta estágio para estudantes de Coruripe
17/07/2017 - 16h35m

Cooperativa Pindorama oferta estágio para estudantes de Coruripe

Ação beneficia 42 jovens e recebeu reconhecimento do TRT pelo cumprimento da Lei de Aprendizagem

Cooperativa Pindorama oferta estágio para estudantes de Coruripe

Com a parceria, alunos e ex-alunos da unidade de ensino foram selecionados para estagiar durante um ano na empresa, podendo o contrato ser prorrogado por mais um ano(Foto: Valdir Rocha)

Texto de Ana Paula Lins

“A gente só conhece a rotina do trabalho quando começamos a vivenciá-la. Estou gostando muito daqui; identifiquei-me com o setor. Além disso, estou realizando o sonho do meu avô, que era que eu estagiasse aqui”. 

 A alegria do estudante Lucas Ferreira reflete a experiência diferenciada que ele e outros 41 jovens do povoado Pindorama, em Coruripe, estão vivenciando: a de estagiar em uma grande empresa e se preparar melhor para o mercado de trabalho. O processo que vem dando tão certo que, recentemente, foi homenageado em audiência no Tribunal do Trabalho da 19ª Região (TRT-AL). 

A ação é fruto de uma parceria entre a Cooperativa Pindorama e a Escola Estadual Lima Castro, localizada no povoado homônimo, por meio do Projeto Jovem Aprendiz/Coopercastro, onde alunos e ex-alunos da unidade de ensino foram selecionados para estagiar durante um ano na empresa, podendo o contrato ser prorrogado por mais um ano. Um processo que teve início ainda em 2016, quando escola e cooperativa promoveram uma seleção para a escolha dos 42 aprendizes. 

 

Alvacy de Almeida, coordenadora da Recursos Humanos da cooperativa, informa que os estudantes iniciaram seu estágio prático em abril deste ano, após participarem de um curso preparatório de cinco meses. “Eles estão em quase todos os setores da empresa e o seu desempenho tem recebido elogios de gerentes e coordenadores. 

Para muitos destes jovens, esta é a primeira experiência de trabalho e acreditamos que, após o estágio, eles estarão muito mais preparados para o mercado”, avalia. 

Solange Fialho, diretora da Escola Lima Castro, conta que o projeto também repercutiu positivamente nas atividades escolares. “Desde o ano passado, quando ocorreu o processo seletivo, percebemos que eles se engajaram mais nas ações pedagógicas, passaram a direcionar melhor suas atividades. Mesmo sendo tão jovens, eles são muito responsáveis e esta oportunidade que estão vivenciando permite que eles mostrem todo o seu potencial”, afirma a educadora. 

 Aprendizado 

Para os estudantes, a oportunidade profissional tem sido uma experiência enriquecedora. É o caso dos irmãos Maria Bianca e Alesson Alexandre da Silva. “Aprendo mais a cada dia, e todos me ajudam bastante”, conta Maria Bianca. “Estamos tendo uma experiência única e só temos a crescer”, complementa o garoto.

 

 Para Ana Maria Batista e Williana Katleen Barbosa, o estágio também foi um impulso para a escolha do futuro profissional. “Identifiquei-me com o setor de Administração e optei por esta área na hora de me inscrever no Enem”, revela Williana. 

“Estou no setor de Qualidade, onde atuo na inspeção de itens como limpeza, uso de fardamentos e equipamento de proteção. Gosto muito do que faço e todo dia aprendo algo novo”, diz Ana Maria. 

 

Já para Thaise Gabrielle dos Santos, Lucimara Cavalcante e Douglas Gonçalves, a experiência tem ensinado lições de vida. “Por meio deste projeto vi a importância do trabalho em equipe, da união”, relata Thaise. “Tento, ao máximo, evitar erros, e aprendi que, sem esforço, não avançamos”, pontua Lucimara. “Aqui, aprendemos como nos relacionarmos no ambiente de trabalho, a importância de ser responsável. É um caminho para o mercado profissional”, reforça Douglas. 

Reconhecimento 

No dia 14 de junho, a parceria entre a cooperativa e a escola foi homenageada em audiência no TRT de Alagoas, que, na ocasião, condecorou a empresa com certificado de distinção pelo cumprimento da Lei 10.097/2000, mais conhecida como a Lei de Aprendizagem, que estipula que companhias de médio e grande porte devem contratar jovens entre 14 e 24 anos como aprendizes. 

“Por meio desta parceria, estamos estreitando os laços com a nossa comunidade e preparando melhor nossos jovens para o futuro. Os resultados têm sido fantásticos e queremos aprimorar ainda mais esta ação”, afirma o presidente da Cooperativa Pindorama, Klécio Santos.

Ações do documento