Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Comunicação Sala de Imprensa Notícias 2017 Abril Professores podem se inscrever para formação da Olimpíada de Língua Portuguesa
20/04/2017 - 11h22m

Professores podem se inscrever para formação da Olimpíada de Língua Portuguesa

Inscrições acontecem no horário das 10h e das 14h pelo portal www.escrevendoofuturo.org.br

Professores podem se inscrever para formação da Olimpíada de Língua Portuguesa
Texto de Luana Santana

Professores de língua portuguesa de todo o país poderão efetuar nesta quinta-feira (20) sua inscrição no curso “Leitura vai, Escrita vem: práticas em sala de aula”. O curso faz parte da programação de  formações da Olimpíada Brasileira de Língua Portuguesa (OLP) e é voltado para professores que atuam com turmas do ensino fundamental (6º ao 9º ano) e do médio. Foram disponibilizadas duas mil vagas e as inscrições acontecem nesta quinta-feira (20) em dois momentos: às 10h e às 14h por meio do portal  www.escrevendoofuro.org.br buscando no menu a palavra “Formação”.

 

O curso é online. Para participar, o interessado deve fazer parte da comunidade “Escrevendo o Futuro”, cadastrando-se através do portal www.escrevendoofuturo.org.br antes de efetuar a inscrição no curso, para não comprometer o processo. As atividades do curso, que não possui mediador, vão de 24/04 a 19/06 e os professores têm seis horas diárias para fazer todas as atividades disponíveis no site da OLP. Ao final da formação, o professor receberá um certificado de 48h.

 

Nova percepção

 

Jair Porto, coordenador estadual da OLP, explica que o curso dá ao professor a oportunidade de refletir sobre as suas teorias e formas de trabalhar os diferentes gêneros de textos em sala de aula. “O curso de formação vai possibilitar ao professor, aguçar a percepção dos alunos para as diferentes formas de se ler um texto, ou seja, o comportamento diante de uma poesia é muito diferente, por exemplo, de um artigo de opinião. Então o leitor se molda ou é influenciado a partir dessa relação leitor/texto”, afirma Jair. 

Wilany Felix, superintendente de Sistema da Seduc diz que a formação propicia que o professor contribua da melhor forma com alunos que tenham dificuldades nas produções e interpretações de texto. “A formação contribui também para que haja melhorias no desempenho dos alunos nas práticas de sala de aula e ainda os prepara para a produção de textos para a Olimpíada no próximo ano. Todo aprendizado soma à prática do professor para que ele consiga superar as dificuldades junto aos alunos”, pontua Wilany.

Ações do documento