Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Comunicação Sala de Imprensa Notícias 2014 Março Programa Brasil Alfabetizado em Penedo atende 650 alunos
14/03/2014 - 09h05m

Programa Brasil Alfabetizado em Penedo atende 650 alunos

Conclusão da sétima etapa do programa acontecerá em junho e contemplará seis municípios da 9ª Coordenadoria Regional de Ensino

Programa Brasil Alfabetizado em Penedo atende 650 alunos

Alunos do Programa Brasil Alfabetizado (PBA)

Texto: Ronaldo Lima

Fotos: Valdir Rocha

Um dos principais instrumentos que o governo de Alagoas dispõe para a melhoria dos indicadores e de combate ao analfabetismo, o Programa Brasil Alfabetizado (PBA), que integra o Programa Alagoas Tem Pressa, conclui no próximo mês de junho, nos municípios que compõem a 9ª CRE, com sede em Penedo, a sétima etapa contemplando 86 turmas de alunos.

O programa é uma porta de acesso à cidadania e o despertar do interesse pela elevação da escolaridade. Seu propósito é atender, prioritariamente, os municípios que apresentam alta taxa de analfabetismo. Esses municípios recebem apoio técnico na implementação das ações do programa, visando garantir a continuidade dos estudos aos alfabetizandos. 

Para a coordenadora da 9ª CRE, Cleide Cerqueira, o PBA é uma oportunidade para pessoas que não tiveram acesso à escolaridade e assim podem frequentar as salas de aula. “O objetivo do programa é alfabetizar pessoas tanto da zona urbana como da zona rural, e estamos dando todo suporte para que o sucesso seja garantido”, enfatiza Cleide.

Aos 61 anos de idade, a dona de casa Dileusa Maria Ferreira, moradora do povoado Perucaba, em Penedo, analfabeta funcional, não pensou duas vezes ao tomar conhecimento das vagas ofertadas pelo Programa Brasil Alfabetizado e hoje integra uma das turmas da Escola Municipal Carlos Pereira de Lyra.

“Na época de minha infância, não existia tanta facilidade para aprender a ler como é nos dias de hoje, mas nunca é tarde para aprender e estou me sentindo outra pessoa com o aprendizado”, afirma dona Dileusa, contente em poder está em sala de aula com seus vizinhos.

Graciele Ferreira, uma das alfabetizadoras voluntárias e ensina duas turmas dentro do Programa Brasil Alfabetizado, em Penedo, no povoado Perucaba, explica que a metodologia pedagógica aplicada aos alunos com dinâmicas é a forma de expressão livre em sala de aula. “É gratificante! Estou me realizando e não penso em parar de ensinar. Além do mais, percebemos a boa evolução de aprendizagem dos alunos”, reconhece.

Para a coordenadora do Programa na Escola Municipal Carlos Pereira Lyra, Wilma Matos, o PBA é a possibilidade de ofertar estudos aos que querem e nunca tiveram a oportunidade de aprender a ler. “Nossa meta é adotar estratégias para manter a frequência e evitar a desistência dos alunos”.

Como informa Beatriz de Almeida, técnica da 9ª Coordenadoria Regional de Ensino (CRE), nesta sétima etapa do PBA, na região de Penedo, estão formadas 86 turmas em seis municípios. “Temos dados todo o apoio e suporte pedagógico para que não haja descontinuidade do programa”.

Ações do documento