Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Comunicação Sala de Imprensa Notícias 2013 Junho Seminário do Cecite debate estudo das ciências e atrai mais de 60 interessados
18/06/2013 - 17h45m

Seminário do Cecite debate estudo das ciências e atrai mais de 60 interessados

No Dia do Químico, professor da Ufal ministra palestra sobre 'Ciências e Consciência” para professores da rede estadual de ensino, no Cepa

Seminário do Cecite debate estudo das ciências e atrai mais de 60 interessados

Professores assistem às palestras

Texto: Ricardo Rodrigues
Fotos: José Demétrio


“Assim como casas são feitas de pedras, a ciência é feita de fatos. Mas uma pilha de pedras não é uma casa e uma coleção de fatos não é, necessariamente, ciência”. A frase do matemático francês Jules Henri Poincaré, grafada na capa do convite do Seminário de Ciências do Cecite, expressa com maestria a importância do estudo das ciências para o desenvolvimento da humanidade. Com esse sentimento na mente, dezenas de professores e alunos participam do evento, no Centro de Ciências e Tecnologia da Educação (Cecite), que fica no complexo educacional do Cepa, no Farol.

Na programação, iniciada em março e com a última palestra marcada para 12 de julho, temas que abordam várias possibilidades do estudo científico. Palestras sobre assuntos práticos, como fazer um projeto de pesquisa, explorado pelo professor Robson Moura (Cecite/Cesmac). Outras que abordam questões mais teóricas, como “A importância da Tecnologia da Educação”, ministrada pelo professora Malba Santos (NTE/Cecite), e Astronomia no Ensino da Ciências e da Física”, sob a responsabilidade do professor Adriano Aubert (OAGLL/Cecite).

Na última palestra, realizada na terça-feira 18 de junho, “Dia do Químico”, o professor Paulo César Costa de Oliveira (IQB/Ufal) deu uma aula sobre “Ciências e Consciência: Uma articulação entre teoria e prática”. Ele destacou a importância do bom relacionamento entre o aluno e o mestre – um incentivando o outro, um desafiando o outro, para o progresso dos dois. “O professor tem que estar preparado para os questionamentos dos alunos”, disse o professor Paulo, que se coloca à disposição do Cecite na preparação dos alunos das escolas do Cepa para a Olimpíada de Química.

De acordo com o Aristóphio Andrade Alves Filho, do Laboratório de Ciências da Natureza (LCN), o seminário conseguiu atrair a atenção de 60 professores e alunos da área de Ciências, Biologia, Química, Matemática e Física. “O objetivo do evento, no primeiro momento, era preparar os professores para melhorar o conteúdo das aulas, mas a programação do seminário terminou atraindo também vários alunos do Instituto de Química e Biotecnologia”, revelou. “Com isso, o evento está cumprindo com o objetivo do Cecite, que é popularizar o estudo das ciências”.  

A sétima e última palestra do Seminário, marcada para a sexta-feira, 12 de julho, será ministrada pela professora Maria Célia Aroucha Santos (LCN/Cecite). Ela vai abordar o tema prático sobre “Horta escolar X interdisciplinaridade”. Com mestrado na área de Biologia, a professora Célia coordena um projeto que implanta hortas comunitárias nas escolas públicas. As inscrições para a palestra dela estarão abertas até as 18 horas do dia anterior ao evento na sala multieventos do Cecite.ou no blog do evento: http://seminariociencias.blogspot.com.br/2013.

Ações do documento